Correntes plásticas autolubrificadas tornam as operações de sua empresa muito mais eficientes e sustentáveis. Reconhecida com uma das principais fornecedoras latino-americanas no fornecimento de soluções em movimentação intralogística, a COBRA Correntes recomenda o uso desse produto em esteiras transportadoras de alta performance que possuem alto coeficiente de atrito e acúmulo entre o produto que será transportado e a corrente plástica. Esse modelo de corrente plástica pode ser aplicado em diversos segmentos da indústria de embalagens, como PETs, latas e até mesmo vidro.

 

Em permanente aperfeiçoamento de seus produtos, a COBRA Correntes diagnosticou o excesso de consumo de produtos químicos lubrificantes e água nos processos produtivos da indústria de bebidas que utilizam esteiras transportadoras para movimentar sua produção (água mineral, refrigerante, sucos, cervejas e demais produtos envasados).  Após o uso, o lubrificante e a água eram direcionados para Estações de Tratamento de Efluentes (ETE), mas o processo requeria a utilizaçãode mais químicos para poder dispensar o efluente.A Cobra, então, desenvolveu tecnologia para reduzir ou eliminar os lubrificantes, evitando o descarte de químicos no meio-ambiente e diminuindo consideravelmente a utilização de água e lubrificantes químicos nos processos produtivos. Esse trabalho teve início em 2015, a partir de diversos testes com parceiros fornecedores de matérias-primas das correntes plásticas até chegar ao produto que hoje atende a diversos mercados e equipamentos, reduzindo em até 100% o uso de lubrificantes industriais, dependendo do processo de fabricação.

 

Produto de Alta Performance

 

As esteiras plásticas autolubrificadas integram o rol de produtos de alta performance da COBRA Correntes e cada vez mais ampliam seu espaço no mercado – atualmente, correspondem a 15% do volume de esteiras plásticas fabricadas pela marca. Por se tratar de um produto diferenciado, normalmente a corrente plástica autolubrificante é aplicada em novos equipamentos e/ou em reposição em empresas engajadas em diminuir e até mesmo eliminar a utilização de lubrificantes em suas esteiras transportadoras.

 

As esteiras transportadoras costumam ter centenas de metros de comprimento, seccionadas em diversos módulos. Por se tratar de um produto de alta performance, esse modelo de esteira não exige assistência técnica diferenciada e deve receber os mesmos cuidados que um produto convencional, observando principalmente desgaste e alongamento.

 

Saiba mais:

 

- No momento em que a esteira plástica auto lubrificada é injetada, é adicionada uma carga de um aditivo juntamente com o polímero. Esse aditivo é distribuído em toda a massa da placa, e não somente superficialmente. Ou seja, age durante toda a vida útil da esteira.

 

- As correntes plásticas autolubrificadas são consideradas mais eficientes e sustentáveis, podendo eliminar em até 100% o uso de outros produtos para a lubrificação. Num processo convencional, além de ter o produto lubrificante na linha de produção, esse líquido não pode ser simplesmente dispensado na rede pluvial. Ele deverá ser tratado numa ETE (Estação de Tratamento de Efluentes), logo a empresa tem mais gastos com produtos químicos para neutralizar essa ação, pois somente após esse tratamento o resíduo poderá ser descartado.

 

A COBRA Correntes fornece soluções a nossos clientes que reduzem custos e faz com que sua empresa colabore com o meio ambiente.

 

Movimentar, transformar e fazer a diferença são nossas paixões!