Que a gestão de fornecedores deixou de ser uma tendência e passou a ser um processo fundamental em empresas dos mais variados segmentos você já sabe, certo? Quem quer continuar sendo relevante no mercado precisa usá-la de maneira estratégica, tanto para minimizar os custos quanto melhorar os processos produtivos.

 

Por isso, é importante estar em constante busca por aperfeiçoamento. Para ajudar você que tem dúvidas sobre como tirar o melhor proveito desse processo nós, da COBRA Correntes, preparamos este artigo com 5 dicas para fazer uma gestão eficiente de fornecedores.

 

Quais os benefícios de uma gestão de fornecedores?

Antes de mais nada, é preciso conhecer quais os tipos de fornecedores existentes para então definir qual o melhor para sua empresa. Brevemente, é possível diferenciá-los entre: monopolistas, que oferecem produtos exclusivos e tem alto valor agregado; habituais ou tradicionais, que normalmente dispõem dos produtos básicos necessários para o funcionamento de um negócio; e especiais, que normalmente suprem eventos diferenciados ou atípicos, são fornecedores ocasionais.

 

Podemos afirmar que um processo competente de gerenciamento está inevitavelmente atrelado a resolução de problemas e a solução de imprevistos, que podem vir a comprometer a produção, como atrasos na entrega de matéria-prima e insumos. Assim, é possível citar entre as principais vantagens proporcionadas pela adoção da gestão de fornecedores: o aumento da competitividade (seja em relação a preços quanto à qualidade dos produtos); o maior acesso a tecnologia e inovação; acréscimo no valor agregado de produtos; e a melhoria no relacionamento com fornecedores.

 

Isso posto, é chegada a hora de apresentar nossas 5 dicas! Vamos lá?

 

1 -  Saiba quais as prioridades de fornecimento

Parece óbvio, mas não custa reforçar não é mesmo? É fundamental saber quais mercadorias e serviços são indispensáveis para o dia a dia da empresa para que, em caso de atraso, não surjam dificuldades no fluxo de trabalho. Por isso, lembre-se de categorizar os fornecedores de acordo sua relevância para seu processo produtivo.

 

Com essa avaliação, será possível planejar de forma correta seus investimentos, garantindo melhores preços, prazos de entrega e de pagamento condizentes com as necessidades do seu negócio.

 

2 - Invista em fornecedores confiáveis

Uma segunda estratégia para realizar uma gestão de fornecedores eficiente é escolher fornecedores confiáveis. Ou seja, ao realizar essa seleção, é preciso considerar que nem sempre o fornecimento pelo menor preço será a melhor escolha.  Esteja atento para fornecedores de maior qualidade e leve em consideração os prazos, qualidade, benefícios e maneiras de pagamentos.

 

Pesquise. Monte uma lista com fornecedores que você considera bons, faça orçamentos… Assim, você ganhará mais poder de negociação.

 

3 - Crie uma relação de parceria

Fazer uma boa gestão de fornecedores, também passa pelo desenvolvimento de fornecedores. Nesse sentido, é fundamental buscar empresas que ajam em conformidade com os valores do seu negócio. Além disso, é seu papel como tomador de decisões propor desafios para que seus fornecedores e parceiros criem soluções coerentes as necessidades de sua empresa. E lembre-se de criar as propostas com via de mão dupla, para que os ganhos sejam coletivos.

 

4 - Acompanhe os indicadores

Outra estratégia primordial do gerenciamento de fornecedores é a medição de resultados. Por isso, é importante alinhar quais métricas serão verificadas ao longo do contrato, para poder cobrar resultados.

 

Estabelecer indicadores como cumprimento de prazos de entrega, quantidade de materiais rejeitados, condições de cobrança ou até mesmo melhorias na produtividade para se tornar mais competitivos.

 

Faça seu gerenciamento com base em dados, não em suposições. E não esqueça de analisá-los e avaliá-los constantemente, para que a sua empresa consiga maximizar a produtividade e minimizar os custos operacionais.

 

5 - Não tenha medo de encerrar ciclos

Se um fornecedor não está oferecendo bons resultados, não tenha medo de encerrar o contrato e partir para a próxima. Não é porque você trabalha há vários anos com um fornecedor que sua empresa está impedida de buscar soluções mais eficazes ou melhores.

 

Todavia é importante avaliar se os processos internos e o nível de qualidade exigido pelo seu negócio não estão acima dos padrões de mercado, impossibilitando assim, um atendimento satisfatório por parte da cadeia de suprimentos.

 

Fique por dentro de outras dicas para aprimorar sua gestão de fornecedores e bem como identificar gargalos nos processos do seu negócio. Confira o blog da COBRA Correntes!