Sua empresa recebe um superpedido e você logo põe mãos à obra para entregá-lo no prazo acertado. Mobiliza a equipe, aciona o maquinário e tudo vai bem até que aquela esteira transportadora, tão essencial para o sucesso da missão, mostra sinais de cansaço: começa um ruído, seguido de um barulho mais forte até que ela para e, com ela, para também o processo produtivo. Se você não resolver esse problema imediatamente, a entrega daquele superpedido está comprometida, e a reputação da sua empresa também.

 

Problemas como o relatado acima são comuns, mas podem ser evitados se a manutenção das esteiras transportadoras for feita periodicamente, independente de elas serem esteiras modulares plásticas, esteiras inox ou correntes plásticas. Para evitar a perda de tempo e de dinheiro, é muito importante identificar se uma esteira transportadora está prejudicando o desempenho produtivo e acionar o quanto antes a assistência técnica responsável por sua manutenção, afinal esses equipamentos são fundamentais para o bom desempenho do processo industrial.

 

Problemas mais comuns

As esteiras transportadoras industriais podem apresentar diferentes problemas, dependendo de seu estado de manutenção, do tipo de carga que transporta e da duração dos períodos de funcionamento. Geralmente, os equipamentos mostram sinais de desgaste, como trepidação, ruídos, quebras e alongamento das placas, desgaste na espessura, entre outros. Os problemas mais comuns são:

* Falta de manutenção preventiva dos componentes (esteira, engrenagens, rolamentos, perfis de desgastes)

* Quebras constantes da esteira, ocasionando muito tempo de parada da produção e tempo de manutenção

* Mal dimensionamento da esteira em relação ao produto a ser transportado

* Falta de componentes para substituição

 

Substituições

Você já sabe que todas as esteiras transportadoras, uma hora ou outra, vão demonstrar desgaste, umas mais, outras menos. Portanto, todas deverão ser consertadas ou substituídas, é um processo inevitável. Porém, não é possível determinar a frequência, pois isso depende de diversos fatores, tais como:

* Quantidade de turnos trabalhados

* Tipo de material a ser transportado

* Temperatura do ambiente

* Acúmulo de material

* Ataque químico

* Abrasão

 

É muito importante que as esteiras transportadoras industriais sejam imediatamente desligadas assim que percebido qualquer sinal de defeito (barulho, diminuição do ritmo/velocidade, fumaça). Só a partir de então deverá ser realizada uma análise do que está acontecendo para tomar a atitude mais adequada. Vale ressaltar que muitas empresas não fazem as manutenções preventivas indicadas, apenas corretivas, o que não é aconselhável, porque apenas substituir peças nem sempre resolverá o problema.

 

Soluções Cobra Correntes

Desde de 1986, a Cobra Correntes desenvolve tecnologia própria em seu segmento, com foco no desenvolvimento de soluções para movimentação em intralogística com a fabricação de correntes inox, correntes plásticas e esteiras modulares, além de uma completa linha de componentes e acessórios para esteiras industriais.

 

Por meio de um suporte integrado, a Cobra Correntes disponibiliza aos seus clientes auxílio e assessoria em cada etapa do projeto, da definição do escopo à instalação e manutenção, dispondo de peças de reposição à pronta entrega. Com expertise e tradição, a marca realiza levantamento técnico de partes e peças e auxilia na resolução dos problemas, sendo que as ações de reparo normalmente são executadas pela equipe de manutenção do próprio cliente. Confira algumas dicas!

 

Dicas Cobra

Para evitar prejuízos maiores com a interrupção da produção de sua empresa e com o conserto ou até mesmo substituição das esteiras transportadoras do seu parque fabril, a Cobra Correntes dá algumas dicas e fica à disposição para mostrar os melhores produtos e soluções. 

- É muito importante realizar o dimensionamento do equipamento sempre antes de colocá-lo em funcionamento, ou seja, analisar o tipo de esteira e o produto a ser transportado.

- Fazer a inspeção e o acompanhamento do desgaste da esteira, engrenagem e perfis de apoio pode evitar problemas maiores.

- É sempre bom ter acesso a peças de reposição originais e o contato de uma equipe profissional autorizada para realizar a manutenção preventiva.