Quem trabalha em uma fábrica ou indústria pode atestar a importância dos transportadores industriais: sem eles, seria muito difícil (ou impossível) deslocar produtos dentro do ambiente industrial. Para que a esteira funcione, no entanto, é preciso que todos os seus componentes estejam trabalhando perfeitamente. 

 

Isso inclui os elementos de retorno para os transportadores industriais, que é um dos sistemas mais importantes para o funcionamento das esteiras transportadoras. A correta utilização de elementos para o retorno das Esteiras e Correntes são indispensáveis, pois garantem a continuidade na movimentação do equipamento transportador. Dentre seus tipos de sistemas de retorno podemos destacar o apoiado, com roletes livres, serpentina ou misto.

 

A seguir, você vai entender a diferença entre esses modelos e quais são as informações necessárias para escolher o melhor sistema e os melhores elementos para a sua empresa. 

 

Tipos de Retorno: Apoiado, Roletes Livres, Serpentina ou Retorno Misto?

O primeiro passo é entender quais são os tipos de esteiras e correntes transportadoras mais utilizadas na indústria, e em posse desta informação, ter muita atenção ao sistema de retorno dos equipamentos de movimentação. Em relação ao sistema de retorno, os modelos mais comuns são o apoiado, roletes livres, serpentina ou retorno misto. Cada um desses sistemas tem suas características e indicações de uso:
 

  • Retorno Apoiado: esse tipo de retorno é mais utilizado com uma esteira modular que possua incremento de acessórios, tais como módulo emborrachado, módulo talisca e aletas/guardas laterais. Normalmente, o retorno apoiado é recomendado para equipamentos de elevação, e os gestores precisam considerar o retorno da esteira de forma apoiada — ou seja, as estruturas laterais do equipamento precisam possuir um apoio para que o retorno da esteira ocorra sem danificar os acessórios. Neste formato de aplicação existe limitações de velocidade e peso de produtos a serem transportados pois a capacidade de destencionamento da esteira no sistema de retorno é menor.
  • Retorno por Roletes Livres: esses sistema é o mais comum e utilizado largamente na indústria e seus transportadores industriais pela sua praticidade e facilidade de manutenção, contemplando sistemas de movimentação retos e com curvas com velocidade de até 30m/min. O retorno por roletes livres tem a finalidade de absorver a dilatação linear e o alongamento e permite a formação de catenárias (também conhecidas como "barriga"). A formação da catenária ocorre pela ação da gravidade e é o momento que ocorre a liberação da tensão de tração que a Esteira Modular ou Corrente é submetida durante a movimentação. O retorno por roletes livres é bastante simplificado, e isso facilita a forma construtiva gerando baixos custos ao equipamento.
  • Serpentina: essa é mais recomendada quando utilizamos esteiras modulares curvas, porém por sua praticidade e performance é muito utilizada em esteiras modulares retas também ou correntes BPAs, aquelas com roletinhos na parte superior. Neste modelo de retorno, forma-se uma cama e/ou soleira para que a esteira retorne apoiada sobre a serpentina, utilizando um perfil plástico denominado serpentina. Este sistema tem como característica reduzir ruídos e vibrações, sendo indicado para transportadores industrias com velocidades superiores a 30m/min e equipamentos de até 15m de comprimento.
  • Retorno Misto: o sistema de retorno misto é composto por um trecho de roletes livres e outro trecho com serpentina. O trecho com roletes livres é aplicado nas cabeceiras de tração e retorno afim de criar a catenária necessária para desfazer a tensão da esteira transportadora quando, logo após, iniciam os elementos de sustentação que criam o retorno por serpentina. Este sistema é indicado para transportadores industriais com comprimento superior a 15m e que utilizem trechos retos e curvos no mesmo equipamento, apresentando menor ruído e melhor distribuição do peso da esteira.

 

Sistema de Retorno: o que você precisa saber?

A eleição do correto sistema de retorno, como foi dito anteriormente, é indispensável para o bom funcionamento da esteira transportadora industrial. Seus elementos possuem longa vida útil, alta eficiência e resistência, porque são fabricados com plásticos de engenharia.

 

Na COBRA Correntes, todos os componentes e acessórios para transportadores e/ou esteiras industriais são desenvolvidos e projetados para serem aplicados em guias laterais, estruturas centrais, estruturas de sustentação, curvas, fechamento e proteção. Com fácil instalação, os produtos possuem elevada resistência mecânica, excelente acabamento e durabilidade.  

 

A COBRA Correntes está em atividade desde 1986, levando para o mercado brasileiro soluções nacionais para movimentações intralogísticas. Isso inclui rolete de retorno e outros componentes feitos com qualidade, durabilidade e excelente acabamento. 

 

Entre em contato com a empresa para saber como a sua fábrica pode produzir com mais eficiência. Todos os clientes COBRA são guiados por consultores especializados em cada etapa do projeto, desde a definição do escopo à instalação. A COBRA Correntes é uma empresa com muitas soluções para o seu negócio prosperar ainda mais!

 

Que tal ter uma avaliação gratuita do nosso time técnico? Preencha o formulário clicando aqui que entraremos em contato com a sua empresa!